segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Amor inútil


Alguém ja teve um amor inútil?
Aquele amor que não importa sua intensidade e tempo ou importância pra você... 
Ele não passa de um amor inútil.
Ele existe, manda diariamente seus maléficos sinais vitais, e ainda assim não vale de nada. Pode até ser correspondido, mas... E aí?! Não faz diferença.

Poucas pessoas até hoje já aprenderam que duas pessoas se gostarem não é o suficiente para estarem juntas.
É um amor que existe, que dói quando tocado, que sorri quando correspondido, que chora quando maltratado. Mas que te impede de sentir falta ou saudade. Que não te faz querer estar junto.
Afinal... Já é um amor tão descuidado e posto de lado.
É um amor que quando lembrado, te cansa. Esgota.

Algumas pessoas, embora doa admitir, vão sempre estar com a gente de alguma forma. Não importa. Quando desaparecermos, elas sempre vão nos enviar o seu sinal de vida. Nunca irão sumir... Desaparecer.
Por que acho que a lei da alma é essa. De uma maneira ou outra, sempre estaremos ligados a uma certa pessoa. Há quem considere como um 'carma' (e não deixa de ser).
Mas acho que amor é isso. 
O pensamento sempre unindo o que a distância está separando.
- Larissa Rosolen

Um comentário:

  1. "O pensamento sempre unindo o que a distância está separando"
    muito boa esta postagem, gostei!
    Beijo

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...