sexta-feira, 3 de maio de 2013

A sorte de ser o sonho do homem dos meus sonhos



Ele chega em casa cansado. Joga suas roupas pelo chão da sala e se joga no sofá, acabado. Me manifesto,  te grito atenção e falo como uma doida de como foi meu dia, do que vamos fazer, do que vamos comer. Ele fica entre um “uhum” e outro. Entre uma risada e outra. Mas fica com olhos e ouvidos bem atentos, como um menininho ouvindo uma história de uma heroína que salvou a cidade e ainda lembrou de passar no mercado para comprar seu danone preferido.

Ele me faz massagens quando eu peço. Trabalho, estudo, tento dar um trato no visual, me arrasto até a academia, arrumo a casa pra gente, preparo a comida e ainda quero ter o maior tempo para ama-lo e ainda lhe pedir para me levar ao cinema. Às vezes, ele deve  pensar como é louco o amor. No começo, talvez ele passasse horas só para descobrir a melhor forma de conseguir ter um encontro comigo. E, hoje, sou eu quem o convida. No primeiro encontro, talvez ele tenha se preocupado em colocar sua melhor roupa e tenha se encharcado com seu melhor perfume só para me agradar. Hoje, acho ele o cara mais lindo com shorts de jogar futebol ou suado pós jiu jitsu.
Espero por ele. Fico ansiosa para ver ele. E  mando sms’s só para dizer que estou com saudades. Conto os minutos. Não canso de dizer o quando o amo e morro vontade e desejo por ele, também. Faço carinhos e arranhões. 
Ele é perfeito, mas não sabe. O meu lado possessivo até acha isso bom. Porque no dia que ele perceber que ele é dez mil vezes melhor do que qualquer homem nesse mundo, vai querer outra mulher dez mil vezes melhor do que eu. E há várias mulheres perfeitas por aí. Mas não sei como, ele se encantou pelo meu cabelo desgrenhado, por minhas piadas sem graça, pelo meu jeito atrapalhado e  minha mania de tagarelar bebendo cerveja sem parar.
Bendita sorte a minha. Até hoje não sei o que falei para ter roubado a atenção dele. E, se um dia descobrir, falarei o dia inteiro. Ele é único pra mim e me faz sentir um amor puro e inexplicável. Me faz agradecer todos os dias pela vida que temos, pelo relacionamento leve que vivemos. Me esforço tanto que ele ache graça até das minhas imperfeições...
É a sorte de ser o sonho do homem dos meus sonhos.

Apesar dos pesares, a gente,  a cada dia, se escolheria novamente!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...