quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

A mulher imperfeita


Ela não sabe te pedir ajuda, nem reclamar atenção. Mas te grita com os olhos mudos um amor-me-ajuda-com-o-controle-da-TV ou coisa assim que é mais real do que qualquer berro desesperado.
Ela sabe que está atrasada, mas nem se importa com o horário. O relógio que se adapte. O mundo que gire mais devagar, enquanto ela ainda está escolhendo os vestidos que ela tirou do armário e arremessou por cima da cama, uns oitocentos dele, mas ela jura não ter roupa adequada para sair com você esta noite.
Ela é independente, daquelas que pagam a conta do bar e se resolvem sem a ajuda de ninguém. Mas enlouquece quando vê uma barata ou coisa assim só para precisar um pouquinho de você, sabe? A mulher imperfeita come chocolates sem olhar a tabela de calorias ou algo do gênero. Quando você arrota, ela sorri envergonhada. Te chama de porco, mas quando bebe uns refrigerantes a mais, arrota, também.
 A mulher imperfeita veste calça jeans em dias quentes porque esqueceu de depilar as pernas. Prende o cabelo quando está com preguiça de penteá-lo. E só faz as unhas meia hora antes de algum encontro especial. A mulher imperfeita te diz coisas sem pensar. Puxa uns assuntos sem nexo. Ela te prepara uma macarronada com molho vermelho porque ela não tem talentos culinários para fazer algo mais sofisticado.
 Na mulher imperfeita, você encontra aquela gordurinha à mais no quadril quando vai fazer cócegas que adora. Ela as vezes usa calcinhas grandes ou bege sem cunho sexual aparente, mas que te atiçam mais do que qualquer lingerie vermelha. A mulher imperfeita vai muito além do conjunto da pele, entende?
 A mulher imperfeita aderiu os chinelos, as blusas largas e as saias longas. E aboliu as roupas de oncinha e os batons muito chamativos. Ela aceita ser o que é e lhe permite mudar quando tem vontade. Vez em quando, ela mesma corta o seu cabelo acima do ombro ou deixa voltar o tom natural. A mulher imperfeita adora os erros do mundo e tem insônias com os seus. Grita com você te pedindo para melhorar e, depois, te beija deliciosamente como quem diz não-consigo-ficar-brava-com-você-seu-idiota. A mulher imperfeita é aquela perfeita para você.
- Texto do sensacional Hugo Rodrigues. Fiz umas mudancinhas, confesso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...