terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Pra você guardei o amor


Ele que se diverte com minha de brava e dizendo que é culpa do sol escaldante ou da minha TPM. Ou da cólica, dos hormônios, da vida. Ele que não me deixa ir embora mesmo quando faço birra, boto a mão na cintura e digo que estou com ciúmes. Ele que adora implicar comigo e eu brigar com ele. Puxa uns assuntos sem nexo e pouco se importa pela última pergunta que fiz. Ele quer falar sobre a tal banda que ouviu. Ou sobre o tal comercial que viu. Mas sabe me ouvir, também. Quando estou chateada, ele me dá um beijo na testa como quem diz dá-cá-tua-tristeza e me abraça. Me aperta. Me faz cócegas até eu explodir em uma gargalhada infinita. Ele faz tudo valer a pena. Vale o risco. Me apetece, me desafia, me faz ir atrás, ir além. Ir mais longe e querer mais. Me arranca pedaços, me deixa de boca aberta, de coração na mão. 
E o meu coração... Ah, esse aí é todo dele!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...