terça-feira, 13 de setembro de 2011

Que cada um cuide do que vê. Que cada um cuide do que diz.

O coração anda no compasso que pode. Amores não sabem esperar o dia amanhecer. Não há mágica que possa nos salvar do absurdo.
Destrua o poder de uma calúnia, vedando a boca que tem ânsia de dizer o que a cabeça ainda não sabe, e alguém deixará de sofrer por causa de seu silêncio.
Nestas estradas de tantos rostos desconhecidos é sempre bom que deixemos um espaço reservado para a calma. Preconceitos são filhos de nossos olhares apressados. O melhor é ir devagar.
Que cada um cuide do que vê. Que cada um cuide do que diz. A razão é simples: Tudo pode começar ou terminar, na palavra que escolhemos dizer.
É simples...'

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...