quarta-feira, 20 de julho de 2011

Aos meus amigos

Todo mundo provavelmente já teve amizades feitas em colégio, que apesar dos anos se passarem e o contato não ser constante, a amizade ainda permanece – e taí algo que eu acho realmente incrível nas redes sociais, você pode manter o contato com elas – e a saudade dos tempos e velhos amigos bate forte.
Amigos por acaso, feitos na fila do mercado ou comprando pão na padaria. Amigos por frequentar sempre o mesmo local, no mesmo horário. Amigos feitos na fila do banheiro de uma balada. Amigos vizinhos, ou que moram longe, feitos via internet. Amigos de amigos. Tem aqueles até que se conhece brigando.
Amigos feitos por religião. Amigos de trabalho ou de faculdade. Amigos da academia. Amigos para balada. Amigos de bebedeira.
Futuro ex-amigo. Ex namorado amigo ou amizade colorida.
Amigos para sexo, para beijo na boca, ou só para gastar tempo.
Amigo para depositar seus segredos e sua confiança.
Amigos que junto com o ombro para chorar, vem junto um tapa para a realidade.
Amigos que maltratam sua barriga de tanto rir, que te faz chorar em gargalhadas.
Amigos que muito tempo é sempre pouco, que o infinito não é suficiente para vocês.

Amigo que você quer abraçar, apertar, morder e não deixa ele sair de perto de você.
Amigo para sair na rua e gritar, para dançar, para exagerar, para gargalhar de felicidade.
Amigo não só para segurar sua mão num momento difícil, mas que é porto seguro para seu corpo e alma.
Aquele que não importa a situação, lugar ou distância, você sabe que nunca vai estar sozinho.
Amigo que te conforta, que te acalma. Amigo que alegra seu coração e coloca um sorriso no seu rosto quando por dentro seu coração chora.
Amigo para falar as maiores e melhores besteiras do mundo, sem se sentir um idiota.
Um amigo, é sempre amigo, não importa como ou por onde.
Não acho que devemos demonstrar aos nossos amigos, o quanto eles nos são de extrema importância somente nessa data tão especial, o tal ‘Dia do Amigo’.
Costumo lembrar a eles sempre, do quanto sou imensamente grata por cada um existir na minha vida.
Nunca senti falta de um amor para a vida toda, nem carência extrema, e nem nada que possa mais dilacerar meu coração, por conta de ter amigos tão únicos em mim, e por uma família incrível, que são desde sempre, meus melhores amigos. Por que amigo não é só segredos e saídas noturnas, é também alegria e tristeza, é segurar o outro quando o mesmo parece não ter mais forças para levar o momento adiante.
A companhia deles é algo tão incrível que supri qualquer coisa que me falte. Com eles não me sinto sozinha, me sinto a vontade, única, bem com eles, bem comigo mesma.
Conhecemos os defeitos um do outro e nos aceitamos. As qualidades, dividimos, aproveitamos, nos divertimos.
Meus amigos eu não compro, não vendo, não peço, e não troco por nada.
Tenho amigos que um olhar meu basta para dizer o que eu quero ou o que estou sentindo.
Não nos rendemos, não questionamos, entendemos. Meus amigos não têm hora. Dividimos nossos mundos.
Tenho amigos que por mais que nos afastemos, cada um sabe a importância e a falta que o outro faz. Por que cada momento com um amigo, é único.
Tenho amigos irmãos, amigos de anos, amigos de infância, amigos de redes sociais, amigos que trouxe da academia para minha vida pessoal, amigos recentes - porém não menos especiais do que os demais – tenho ex namorados amigos, ex inimigo amigo, amigos ausentes. Tenho aqueles a quem conto todos os meus passos e sentimentos, aqueles quem não tenho contato constante, porém de uma importância extrema.
Alguns nem imaginam o efeito que causam em mim. Não fazem idéia do quanto alguns minutos de conversa e risadas, deixam meu mundo tão mais colorido.
Peço a Deus que dê saúde a meus amigos, pois se algum me faltar, perco uma parte de mim. Se um dias todos me faltarem, perderia meu chão. Alguns chamam de egoísmo, eu não me importo.
Que seja egoísmo querer todos ao meu lado, sempre, a cada minuto. Tantas almas, em um coração só.
Com eles eu erro, eu aprendo. Eu falo, eu escuto. A cada sorriso, recebo outro ainda maior.
E como diria Vinicius de Moraes: ‘Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!’
É ser indispensável para alguém indispensável.


Feliz dia do Amigo!
Para os meus, e para quem também é tão abençoado por amigos, como eu.
- Larissa Rosolen

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...